Volta ao mundo em 25 filmes LGBTs que vão te surpreender

Volta ao mundo em 25 filmes LGBTs que vão te surpreender

Vim propor uma volta ao mundo em 25 filmes de temática LGBTs, por tanto, filmes de diversos países como vocês vão poder acompanhar. Já assisti todos e recomendo para assistir de conchinha, juntinhos ou sozinho.

Todos os filmes eu indico onde assistir, desde plataformas pagas como a Amazon, iTunes, Google Play, GloboSat, Netflix, até download gratuito, indicando também link para a legenda. Os downloads gratuitos são na sua maioria torrents, ou seja, você precisa de um programa e eu recomendo o uTorrent, já as legendas elas fazem download direto pelo seu navegador. Ai, para assistir ao filme dessa forma, com torrent e legenda, você tem que criar uma pasta, adicionar o filme baixado + a legenda baixada e deve em seguida renomear os dois iguais. Eu utilizo o famoso copiar e colar. Vou no nome do filme, seleciono renomear clicando em cima com o botão direito do mouse, copio o título inteiro, depois vou na legenda, clico em renomear com o botão direito do mouse e colo o título completo. Qualquer dúvida é só postar nos comentários que eu ajudo.


FREE FALL (QUEDA LIVRE)

Data de lançamento: 23 de maio de 2013 (Alemanha)
Direção: Stephan Lacant
Música composta por: Dürbeck & Dohmen
Indicações: Prêmio de Cinema Alemão de Melhor Ator
Roteiro: Stephan Lacant, Karsten Dahlem
Nacionalidade Alemanha

Com uma promissora carreira na polícia e um bebê a caminho, a vida de Marc (Hanno Koffler) parece estar no caminho certo, até o momento em que conhece Kay (Max Riemelt), um colega de quarto do campo de treinamento policial. Em meio aos exercícios de corrida, Marc experimenta uma sensação fácil e sem esforço nunca sentida antes, se apaixonar por um homem. Dividido entre sua família e sua paixão, sua vida sai do seu controle até ele perceber que não pode fazer todos felizes.

Onde assistir? Netflix!

NOVIDADES
O filme “Free Fall”(Queda-Livre) começou no dia 19 de março de 2017 a campanha de financiamento coletivo, que visa arrecadar dinheiro para filmar sua continuação, pois a produção do mesmo é independente.

Em um vídeo feito pelo diretor Stephan Lacant e os atores principais Hanno Koffler e Max Riemelt (Wolfgang em Sense8), fala-se mais a respeito da campanha e do porquê de quererem filmar esta continuação.

São necessários 3,000,000 em euro (dinheiro que precisa ser conseguido até dia 19 de abril de 2017, de acordo com o site da campanha), para que eles possam fazer um roteiro(2017) e filmagem(2018) totalmente autêntico e sem intervenções de terceiros. Se eles não conseguirem o valor necessário, precisarão de patrocinadores que terão a liberdade de intervir na história, podendo mudar o rumo do filme e/ou, em caso de algo mais grave, o cancelamento do projeto. Quanto mais dinheiro arrecadado, mais liberdade eles terão.

Aqui está o vídeo compartilhado pelas redes sociais do filme e dos atores.

O resultado é que eles conseguiram! Veja a mensagem do diretor:

“Oi, estamos em produção e com a sua ajuda, vamos fazer a Sequência Free Fall. Com Free Fall iniciamos uma longa jornada. Marc e Kay: Dois personagens que adoramos ver. Estávamos tão feliz por descobrir que você gosta deles também! Mas isso não era o fim. Max Riemelt e Hanno Koffler já estão conosco. Você também?

Vamos fazer FREE FALL 2 acontecer!”

Link do Crowdfunding: https://www.indiegogo.com/projects/free-fall-2-freier-fall-2#/


LA PARTIDA(THE LAST MATCH | O ÚLTIMO JOGO)

Data de lançamento: março de 2014 (Alemanha)
Direção: Antonio Hens
Figurino: Vladimir Cuenca
Roteiro: Antonio Hens, Abel González Melo
Produção: Antonio Hens, Vanessa Portieles, Julio Gutiérrez
Nacionalidade: Espanha, Cuba

Reinier (Reinier Díaz) e Yosvani (Milton García) são dois jovens que costumam jogar futebol juntos e que acabam encontrando amor e uma saída para os seus problemas – a pobreza do bairro em que vivem, a miséria de vidas sofridas e as dificuldades de se sustentar uma família – nos braços um do outro.

Onde assistir? DOWNLOAD | LEGENDA


FERIADO


Data de lançamento: 1 de maio de 2014 (Equador)
Direção: Diego Araujo
Música composta por: Daniele Luppi
Roteiro: Diego Araujo
Figurino: Ana Poveda
Elenco: Juan Arregui, Diego Andrés Paredes, Manuela Merchán e mais.
Nacionalidade: Equador / Argentina – 2014

No carnaval de 1999, dias antes do colapso do sistema bancário do Equador, Juan Pablo, um adolescente da elite equatoriana, viaja para a fazenda de sua família nos Andes, onde seu tio se refugiou com esposa e filhos após um escândalo de corrupção. Lá conhece Juano, um motoqueiro indígena que mora em um povoado vizinho, é fã de heavy metal e ganha a vida consertando pneus. Juano abre os olhos do garoto para um universo novo e libertador. Enquanto sua família caminha em direção a uma crise irreversível, Juan Pablo ruma ao (des)encontro do primeiro amor. Exibido no Festival de Berlim 2014.

Onde assistir? Eu assisti no Festival do Rio, mas vende na Amazon
e tem no https://thepiratebay.org/


ÀS ESCONDIDAS 


Data de lançamento: 22 de março de 2014 (mundial) Data de lançamento: 22 de março de 2014 (mundial)
Direção: Mikel Rueda

Roteiro: Mikel Rueda

Figurino: Azegiñe Urigoitia
Edição: Mikel Rueda, Alex Argoitia

Nacionalidade: Espanha

Aos 14 anos, Ibrahim é um garoto marroquino que descobre que será deportado daqui a dois dias. Desesperado, ele arruma suas coisas e foge, desorientado e sozinho pela grande cidade. Rafa, um garoto espanhol de mesma idade, entra nervoso no banheiro de um clube fugindo de uma menina. Os dois se encontram e estão prestes a mudar suas vidas, experimentando o primeiro amor de uma forma que nunca imaginariam.

Onde assistir? DOWNLOAD


PARIS IS BURNING


Data de lançamento: 13 de março de 1991 (Nova Iorque)
Direção: Jennie Livingston
Música composta por: Lynn Geller
Prêmios: Prêmio GLAAD Media: Melhor Documentário, mais
Distribuidora: Miramax
Tipo: Documentário
Nacionalidade: EUA

Este premiado e antológico documentário explora a cena dos Ballrooms de New York na segunda metade dos anos 1980. Criada pela população LGBT de origem afro-latina, essa subcultura é explorada em todos os seus aspectos e reflexões, tendo como foco alguns personagens marcantes de uma cena que ainda vive, desde o final dos anos 1950 até o nosso tempo. Esse filme é considerado um marco na visibilidade da população LGBT nos EUA, sendo pioneiro em mostrar a realidade crua misturada à cultura vibrante e criativa da cena dos Balls de New York. Por isso, ele é tomado por boa parte dos LGBT estadunidenses como um guia fundamental de auto-consciência histórica e cultural.

Onde assistir? Netflix.


BRIDEGROOM


Data de lançamento: 23 de abril de 2013 (mundial)
Direção: Linda Bloodworth-Thomason
Roteiro: Linda Bloodworth-Thomason
Música composta por: Coleen McMahon, Benjy Gaither, Bruce Miller
Elenco: Shane Bitney Crone, Cindy Bitney, Sasha Andreev, mais
Prêmios: Prêmio GLAAD Media: Melhor Documentário
Nacionalidade: EUA

Bridegroom é um documentário intensamente pessoal sobre o debate em curso sobre os direitos legais de casais do mesmo sexo. Entrevistas, fotos e vídeos das testemunham e de todas as ligações incomum que reunirão Shane Bitney Crone e o seu esposo Tom. Durante seis anos, eles permaneceram unidos, apesar dos desafios extremos, tanto da família e da sociedade, até que um trágico acidente acabou com os seus sonhos. Agora é preciso lutar para que Shane seja reconhecido como interlocutor legítimo de sua alma gêmea

Onde assistir? Netflix.


CLOSET MONSTER (O MONSTRO DO ARMÁRIO)


Data de lançamento: 23 de setembro de 2016 (EUA)
Direção: Stephen Dunn
Roteiro: Stephen Dunn
Cinematografia: Bobby Shore
Música composta por: Maya Postepski, Todor Kobakov
Nacionalidade Canadá

Oscar Madly (Connor Jessup) é um adolescente emocionalmente instável e traumatizado, porém muito criativo que desja fugir das memórias de sua infância complicada e dolorosa. Certo dia, sua vida muda por completo quando um hamster falante (Isabella Rossellini) o ajuda a descobrir sua identidade.

Onde assistir? DOWNLOAD | LEGENDA


GETTING GO THE GO DOC PROJECT

Data de lançamento: 4 de março de 2013 (mundial)
Direção: Cory James Krueckeberg
Música composta por: Tim Sandusky
Roteiro: Cory James Krueckeberg
Edição: Cory James Krueckeberg
Nacionalidade: EUA

Doc é um estudante universitário tímido mas astuto, que está completamente obcecado com um gogo boy novaiorquino apelidado de “Go”. Com o pretexto de produzir um documentário sobre a vida do dançarino, Doc o segue em todas as suas atividades em bares, casas noturnas, shows, até conseguir o que quer.

Onde assistir? iTunes  | Amazon | Google Play


TATUAGEM


Data de lançamento: 15 de novembro de 2013 (Brasil)
Direção: Hilton Lacerda
Roteiro: Hilton Lacerda
Música composta por: Johnny Hooker, DJ Dolores
Indicações: Grande Prêmio do Cinema Brasileiro – Melhor Direção
Nacionalidade: Brasileira

Paulete, a estrela de um ousado grupo de teatro, recebe a visita de seu cunhado militar, o jovem Fininha. Surge um tórrido relacionamento entre os dois, e agora o soldado precisa lidar com a repressão existente no meio militar em plena ditadura.

Onde assistir? GloboSatPlay | DOWNLOAD 


TE PROMETO ANARQUÍA (I PROMISE YOU ANARCHY)

Data de lançamento: 9 de agosto de 2015 (mundial)
Direção: Julio Hernández Cordón
Música composta por: Erick Bongcam
Roteiro: Julio Hernández Cordón
Cinematografia: María Secco
Elenco: Eduardo Eliseo Martinez, Diego Calva Hernández e mais.
Nacionalidades México, Alemanha

Johnny (Eduardo Eliseo Martinez) e Miguel (Diego Calva Hernández) são dois skatistas, melhores amigos e amantes. Miguel é de classe média e Johnny mora em um bairro humilde, portanto, para financiar o estilo de vida que levam, eles vendem o próprio sangue, e o da sua gangue, para uma clínica clandestina. Quando uma dessas grandes transações dá errado, Miguel foge para o Texas.

Onde assistir? Amazon | DOWNLOAD
Legenda: Sem legenda!


THE SMELL OF US (O CHEIRO DA GENTE)


Data de lançamento: 31 de agosto de 2014 (mundial)
Direção: Larry Clark
Roteiro: Mathieu Landais
Cinematografia: Hélène Louvart
Edição: Marion Monnier
Nacionalidade: França

O fotógrafo e artista Larry Clark acompanha momentos da vida de um grupo de seis jovens parisienses, seus encontros entre o Museu de Arte Moderna e o Palais de Tokyo e suas festas repletas de sexo, drogas e rock’n’roll. As relações desses jovens com suas famílias, com o consumo, com o sexo e os relacionamentos, com a internet e a prostituição.

Onde assistir? Amazon | iTnunes | Google Play | Download | Legenda


THE WISE KIDS


Data de lançamento: 16 de março de 2012 (EUA)
Direção: Stephen Cone
Música composta por: Mikhail Fiksel
Roteiro: Stephen Cone
Figurino: Erin Amelia White
Nacionalidade: EUA.

Retrata a transição de três adolescentes do ensino médio para a universidade. Engajados em diversas tarefas dentro da igreja batista do pai de Brea, eles agora precisam se preocupar em responder e solucionar questões que até então não haviam passado por suas cabeças. Tudo isso se tornará ainda mais difícil quando Brea começa a questionar a existência de Deus e a possibilidade de partir da pequena cidade, Laura, sua melhor amiga não aceitar essa separação e Tim, que precisa confrontar a religiosidade que vive e a sua homossexualidade.

Onde assistir? Amazon | iTunes | Google Play | Download | Legenda


ROMEOS

Data de lançamento: 8 de dezembro de 2011 (Alemanha)
Direção: Sabine Bernardi
Música composta por: Roland Appel
Roteiro: Sabine Bernardi
Figurino: Verena Reuter
Nacionalidade: Germany

Lukas tem 20 anos e encontra-se no meio de sua puberdade masculina – bioquimicamente induzida, uma vez que ele nasceu menina. Cheio de apetite pela vida, ele se depara com um grande problema: recrutado pelo serviço comunitário obrigatório, ele é o único homem a residir no alojamento das enfermeiras. O que seria um sonho para qualquer outro rapaz torna-se um grande estresse para Lukas: ser transexual significa estar sempre preso no ambiente social errado. Felizmente, Ine, sua melhor amiga, fica a seu lado e o introduz no ambiente homossexual de Colônia. Ali Lukas tem seu primeiro relacionamento amoroso de verdade – com o atrevido, valente e muito atraente Fabio.

Onde assistir? Amazon | iTunes | Download | Legenda


JONGENS (GAROTOS)

Data de lançamento: 9 de fevereiro de 2014 (Países Baixos)
Direção: Mischa Kamp
Música composta por: Rutger Reinders
Prêmios: Golden Calf for Best Supporting Actor
Roteiro: Jaap-Peter Enderle, Chris Westendorp
Nacionalidade: Netherlands


Sieger, um garoto tímido de 15 anos, está treinando para o campeonato nacional de revezamento, onde conhece o intrigante e imprevisível Marc. Eles desenvolvem uma amizade que parece ser nada fora do comum, mas Sieger secretamente cultiva sentimentos mais fortes por Marc. Ele inicia uma luta solitária consigo mesmo, quando descobre que Marc também é apaixonado por ele.

Onde assistir? Amazon | iTunes | Download | Legenda


WEEKEND (AMOR DE FIM DE SEMANA)


Data de lançamento: 8 de junho de 2012 (Brasil)
Direção: Andrew Haigh
Música composta por: James Edward Barker
Roteiro: Andrew Haigh
Prêmios: British Independent Film Award – Melhor Revelação, British Independent Film Award – Melhor Produção
Nacionalidade: UK

Depois de uma festa regada a álcool na casa de seus amigos heterossexuais, Russell decide passar por uma discoteca gay. Pouco antes do local fechar, ele encontra Glen, e o que parecia ser no início apenas um caso de uma noite torna-se algo diferente, especial.

Onde assistir? Amazon | iTunes | Download Legenda


IN BLOOM

Data de lançamento: 28 de maio de 2013 (mundial)
Direção: Chris Michael Birkmeier
Música composta por: Joywave
Roteiro: Chris Michael Birkmeier
Edição: Collin Mauro
Elenco: Kyle Wigent, Tanner Rittenhouse, Adam Fane e mais.
Nacionalidade: USA

Kurt e Paul lidam com a dor da separação e do coração partido após um rompimento inesperado em um tumultuado verão de Chicago.

Onde assistir? Amazon | iTunes | Download


BEIRA-MAR


Data de lançamento: 27 de outubro de 2016 (Alemanha)
Direção: Filipe Matzembacher, Márcio Reolon
Cinematografia: João Gabriel de Queiroz
Produção: Márcio Reolon
Elenco: Mateus Almada, Maurício Barcellos, Elisa Brittes, mais
Música composta por: Mateus Almada, Felipe Puperi
Nacionalidade: Brasileira


Durante o inverno, dois jovens viajam ao litoral gaúcho. Martin precisa visitar parentes distantes. Tomaz aceita acompanhá-lo nessa jornada, aproveitando a oportunidade para se reaproximar do amigo. Os dois passam os dias imersos em um universo próprio, expostos à estranha distância que surgiu entre ele e Tomaz. Alternando entre reflexões sobre suas vidas e sua amizade, os garotos se abrigam em uma casa de vidro, à beira de um mar frio e revolto.

Onde assistir? Netflix


HOJE EU QUERO VOLTAR SOZINHO (THE WAY HE LOOKS)

Data de lançamento: 10 de abril de 2014 (Brasil)
Direção: Daniel Ribeiro
Companhia(s) produtora(s): Lacuna Filmes
Indicações: Grande Prêmio do Cinema Brasileiro – Melhor Longa-Metragem Ficção, mais
Prêmios: Teddy Award: Melhor Filme
Nacionalidade: Brasileira.


A vida de Leonardo muda completamente quando um novo aluno entra no colégio. O adolescente precisa lidar com o ciúme da amiga e também com os inesperados sentimentos que o recém-chegado desperta nele.

Onde assistir? Netflix


LAND OF STORMS (VIHARSAROK | TERRA DE TEMPESTADES)

Data de lançamento: 20 de março de 2014 (Hungria)
Direção: Ádám Császi
Música composta por: Csaba Kalotás
Edição: Tamás Kollányi, Júlia Hack
Roteiro: Ádám Császi, Iván Szabó
Nacionalidade: Hungary | Germany

Szabolcs, um jovem jogador de futebol húngaro, joga para um time alemão e tem uma boa amizade com seu colega de quarto Bernard , depois de perder um jogo e brigar com Bernard , Szabolcs decide voltar para a Hungria. Em busca de um novo começo na vida, então conhece Áron, um aprendiz de pedreiro da aldeia vizinha, juntos eles renovam a fazenda em ruínas e em pouco tempo a relação de amizade vai se transformando em um caso de amor.

Onde assistir? Amazon | iTunes Download | Legenda


HOLDING THE MAN


Data de lançamento: 2 de junho de 2016 (Alemanha)
Direção: Neil Armfield
Música composta por: Alan John
Roteiro: Tommy Murphy
Indicações: AACTA Award de Melhor Longa-metrageme mais.
Nacionalidade: Australia

Tim e John se apaixonam enquanto adolescentes. John era o capitão do time de futebol americano, Tim um aspirante a ator desempenhando um papel menor em Romeu e Julieta. O romance perdurou por 15 anos para rir na cara de tudo que a vida jogou para eles – separações, discriminações, tentações, ciúmes e perdas.

Onde assistir? Netflix


OUT IN THE DARK (ALÉM DA FRONTEIRA)

Data de lançamento: 13 de dezembro de 2013 (Brasil)
Direção: Michael Mayer
Idiomas: Língua hebraica, Língua árabe, Língua neerlandesa
Música composta por: Mark Holden, Michael Lopez
Produção: Lihu Roter, Michael Mayer, Hicham Kadiri
Nacionalidade: Israel | USA

Nimer, um estudante palestino, e Roy, um advogado israelense, apaixonam-se desde a primeira vez em que se encontram. À medida em que a relação dos dois se desenvolve, Nimer tem que lidar com sua família conservadora e com sua condição de palestino morando em Israel. A situação piora quando um amigo próximo é capturado em Tel Aviv e assassinado na Cisjordânia.

Onde assistir? Amazon | iTunes | Download | Legenda


4TH MAN OUT


Data de lançamento: 5 de fevereiro de 2016 (EUA)
Direção: Andrew Nackman
Música composta por: Herman Beeftink
Roteiro: Aaron Dancik
Distribuidora: Gravitas Ventures
Nacionalidade: USA


Um mecânico de carro em uma pequena cidade da classe trabalhadora sai do armário para seus inocentes, melhores amigos.

Onde assistir? Netflix


BEHIND THE CANDELABRA

Diretor: Steven Soderbergh
Roteiro: Richard LaGravenese (screenplay), Scott Thorson (book)
Elenco: Matt Damon, Scott Bakula, Eric Zuckerman, Michael Douglas e mais.
Nacionalidade: USA

O drama recria a vida particular do ícone do espetáculo e extravagante artista Liberace, assim como sua atormentada relação com seu jovem amante Scott Thorson em Las Vegas, de 1977 a 1982.

Onde assistir? HBO | Amazon | iTunes | Google Play Download | Legenda


A SINGLE MAN (DIREITO DE AMAR)


Data de lançamento: 5 de março de 2010 (Brasil)
Direção: Tom Ford
Música composta por: Abel Korzeniowski
Prêmios: Prêmio BAFTA de Cinema: Melhor Ator e mais
Indicações: Oscar de Melhor Ator, Leão de Ouro e mais
Nacionalidade: USA

George é um professor universitário que recentemente perdeu seu parceiro, Jim, em um acidente de carro. Muito abalado, ele planeja cometer suicídio. Conforme a rotina diária acontece junto de colegas de trabalho, estudantes e uma velha amiga, ele tomará sua decisão final.

Onde assistir? Netflix


LAERTE-SE


Ano produção 2017
Dirigido por Eliane Brum Lygia Barbosa da Silva

Gênero Documentário

Nacionalidade: Brasil


Depois de viver quase 60 anos como homem (boa parte deles como pessoa pública), três filhos e três casamentos, o consagrado cartunista Laerte passou a se mostrar ao mundo como mulher, em 2009.

Onde assistir? Netflix

Nahuel Pérez Biscayart, sério candidato em Cannes 2017

Eu conheci Nahuel Pérez Biscayart no filme Glue, de 2006, do diretor argentino Alexis Dos Santos, e que retrata as férias de verão de um trio de adolescentes, centrando-se especialmente na figura de Lucas (Nahuel Pérez Biscayart) um rapaz franzino de 16 anos cujos desejos e angústias são os de qualquer outro adolescente: a relação com o corpo, a exploração da sexualidade, a solidão, etc. O filme abre com uma frase de Lucas que espelha bem o solipsismo adolescente: “Pode ser-se órfão mesmo quando se tem pais – se não tivermos nada em comum com eles. O mais espantoso em Glue é a naturalidade as interpretações dos jovens atores. O realizador explicou, em entrevistas, que praticamente não escreveu diálogos, tendo apenas 17 páginas de guia, apostando assim na capacidade de improviso dos atores.

“A praga rosa” era assim chamado a principio, em seguida, AIDS. As primeiras vítimas morreram rapidamente. Quem se lembra dele? Robin Campillo, diretor de “120 batimentos por minutos”, de volta naquele tempo inicial em que uma epidemia deletéria minou o campo do desejo, como se fosse uma maldição sonhada pelos puritanos dedicados a monitorar os prazeres dos outros.

Naquela época, a comunidade gay era demasiadamente insignificante para o poder médico e farmacêutico; a para o estado era um problema menor. Estas são as coordenadas simbólicas de BPM, como também é chamado o filme.

O filme de Campillo se passa na década de noventa e dentro do ativismo. Act Up Paris, e seus militantes são os protagonistas; Eles não têm escrúpulos: eles podem explodir violentamente em uma reunião do conselho de uma empresa ou em um ato público do governo, para enunciar reivindicações legítimas contra uma situação inaceitável e chamar a atenção para as vítimas da SIDA. O paradoxo é evidente: o grupo infectado tem uma notável vitalidade.

Não há líderes em Act Up, mas os membros possuem carisma. O personagem interpretado pelo ator argentino Nahuel Perez Biscayart é apenas um deles e como a história, que nunca deixa de representar um coletivo, a figura de Pérez Biscayart, no entanto, cresce e até certo ponto assume e faz o filme avançar . Isso acontece desde o início, muito antes de o personagem começar a lutar contra a deterioração de seu corpo e seus compadres ficarem ao seu lado. No momento de maior dor, há uma piada magnífica e inesperada, algo que revela um pouco da natureza animada do filme.

Perez é Biscayart é um ator notável. Ele pode responder a qualquer exigência dramática com total facilidade e abordar qualquer personagem. As cenas de sexo se desenvolve apenas como qualquer outra que é feita com raiva em uma reunião ou sofrimento para com as dores no corpo impiedoso. É que o magnetismo de Pérez Biscayart sobre sai ao de alguns atores, pois ele parece possuído por uma força indomável e uma fotogênica privilegiada que destacou na frente de tantos outros. Se estas qualidades são percebidas pelo júri, haverá um vencedor em Cannes do sul.

Fonte: LaVoz

Por Roosevelt Soares

TOP 20 FILMES

Fui desafiado a escolher 20 filmes que eu goste muito. Não cabe todos aqui, mas vai assim mesmo.

1) A Viagem de Chihiro (2003)
De Hayao Miyazaki

2) Matrix (1,2 e 3) (1999)
De Lana Wachowski e Lilly Wachowski

3) Noivo Neurótico, Noiva Nervosa (1997)
De Woody Allen

4) Direito de Amar (2009)
De Tom Ford

5) Melancolia (2011)
De Lars von Trier

6) Elefante (2003)
De Gus Van Sant

7) Eu e Você (2011)
De Bernardo Bertolucci

8) Tudo sobre minha mãe (1999)
De Pedro Almodovar

9) E Sua Mãe Também (2001)
De Alfonso Cuarón

10) Amores Imaginários (2010)
De Xavier Dolan

11) The Road Within (2014)
De Gren Wells

12) Má Educação (2004)
De Pedro Almodóvar

13) Requiem for a Dream (2001)
De Darren Aronofsky

14) Perfume de Mulher (1992)
De Martin Brest

15) Tomboy (2011)
De Céline Sciamma

16) Paranoid Park (2007)
De Gus Van Sant

17) Let Me In (2010)
De Matt Reeves

18) La Giovinezza (2016)
De Paolo Sorrentino

19) Os Oito Odiados (2015)
De Quentin Tarantino

20) O Sexto Sentido (1999)
De M. Night Shyamalan

BÔNUS 5

Na Natureza Selvagem (2008)
De Sean Penn

No (2012)
De Pablo Larrain

Paris is Burning (1991)
De Jennie Livingston

Good Bye, Lenin (2003)
De Wolfgang Becker

Eu, Christiane F., 13 Anos, Drogada e Prostituída (1981)
De Uli Edel

Oscar 2017

oscars-89th-academy-awards_3hjg

Vim fazendo uma maratona do Oscar 2017 e pelo que da para ver ele vai ser muito politizado, falando de negros e imigrantes. Trump vai pirar! Dos que eu mais gostei foi o australiano e emocionante “Lion: Uma Jornada para Casa”, a criança da primeira parte do filme deveria entrar no Oscar para concorrer como melhor ator. Gostei também de “Estrelas Além do Tempo”, “Até o Último Homem” com direção de Mel Gibson e bem hollywoodiano, além de “Animais Noturnos”, porque amo o conjunto da estética do Tom Ford e os documentários e curtas imperdíveis “Eu Não Sou Seu Negro” e “Os Capacetes Brancos”. Achei engraçado o humor frio e negro do “A Man Called Ove (Suécia)” e “Florence: Quem é Essa Mulher?” com Meryl Streep cantando desafinadíssima e se achando – que é o papel dela. E o que odiei e não recomendo é o “The Lobster”. Filme completamente doido e até um pouco engraçado pelos absurdos. Filmes que me decepcionaram foi “Manchester à Beira-Mar” (chaaaato), “Um Limite Entre Nós” (com direção de Denzel Washington e Viola Davis como protagonista – e ela está ótima!)”, “A Chegada” (usar polvos gigantes comandando naves espaciais foi um erro que atrapalhou toda subtrama, que é bem bolada mas não precisava dessa narrativa) e “Moonlight: Sob a Luz do Luar”. Os fraquinhos mais até bons, que entretêm; “Sully: O Herói do Rio Hudson“, “A Qualquer Custo”, “Terra de Minas (Dinamarquês)”. E os blockbuster preferidos são; “Esquadrão Suicida”, “Rogue One: Uma História Star Wars” e “Animais Fantásticos e Onde Habitam”. As animações não me interessaram e La La Land nem me pagando eu assisto..rs. Os que ainda to doido pra ver é “Jackie” e o iraniano “O Apartamento“.

Youth de Paolo Sorrentino

Youth

Acho que esse foi o ultimo grande filme do ano que entra pra minha listinha. Gosto muito da narrativa do Paolo Sorrentino. Além de lidar de forma emocionante com essas questões sobre o tempo, velhice, a vida que nos impõe muitas coisas. O cineasta italiano sempre esboça um humor ímpar na relação entre seus personagens e o ambiente. É muito interessante identificar o jogador Maradona, ver um Hitler em crise, um monge budista desacreditado que levita só diante de alguns. Enfim. Um ótimo filme!

Sinopse

Fred (Michael Caine) e Mick (Harvey Keitel), dois velhos amigos com quase 80 anos de idade cada, estão passando as férias em um luxuoso hotel-spa. Fred é um compositor e maestro aposentado e Mick é um cineasta em atividade. Juntos, os dois passam a se recordar de suas paixões da infância e juventude. Enquanto Mick luta para finalizar o roteiro daquele que ele acha que será seu último grande filme, Fred não tem a mínima vontade de voltar à música. Entretanto, muita coisa pode mudar.

A Vida Depois de Beth

Life-After-Beth-750x400

Zach (Dane de Haan) está devastado com a morte repentina de sua namorada, Beth (Aubrey Plaza). Quando ela volta à vida por um milagre, Zach tenta aproveitar ao máximo a sua companhia, fazendo coisas que ele se arrependeu de não ter feito enquanto ela estava viva. Entretanto, a nova Beth não é exatamente a mesma pessoa com quem Zach se relacionava e isso fará a vida do rapaz dar uma reviravolta – para pior.

“Life After Beth” (2014) apesar de parecer um, não tem muito de filme zombie. É mais focado no drama das relações. Os zombies são um mero detalhe para trazer bons momentos de humor para a história. É um filme que se vê muito bem, diverte e tem interpretações de qualidade.

A Chinesa

“Nós somos os discursos dos outros”

la-chinoise

Veronique (Anne Wiazemsky) é uma estudante francesa de filosofia que forma um grupo com mais quatro amigos da universidade. Militantes políticos, os cinco passam o verão dentro de um espaçoso apartamento desocupado e lá dentro, eles se educam e formam uma célula “Maoista” onde discutem política, revolução e até mesmo decidem chegar ao ponto de armar planos terroristas para conseguir mudar a política francesa da época.

Do cineasta franco-suíço Jean-Luc Godard, o filme é um dos primeiros falsos documentários do cinema, gênero que até hoje faz sucesso em filmes recentes como Distrito 9 entre outros. Em uma determinada parte, o personagem Guillaume olha para a câmera e faz um discurso. Ele diz que não está falando por estar em frente da câmera e em seguida a câmera é mostrada. Assim como em inúmeras partes os atores respondem perguntas como se estivessem sendo entrevistados para um documentário. No resto do filme, agem normalmente. Alheios a presença de uma câmera.

a chinesa

Dizem que “A Chinesa (La Chinoise)” é uma comédia sobre pseudo-revolucionários mimados ou qualquer coisa assim. Porém, o filme é muito mais um drama ou quem sabe uma tragédia, sobre as ânsias de uma juventude para alçar o poder e conseguir assim, forjar uma nova sociedade.

help

Na época de seu lançamento, “A Chinesa” (1967) foi considerado um filme fantasioso e difícil, quase impossível de ser lançado nos EUA. Entretanto, visto em retrospecto, acabou antecipando os acontecimentos do ano seguinte, o famoso Maio de 68, o assassinato político de Martin Luther King. A coisa pegou fogo nas potências mundiais!